Supernovas mais brilhantes que galáxias inteiras

Em Novembro de 1572 um brilho intenso surgiu no céu e foi visto, mesmo durante o dia, por várias semanas . Tycho Brahe, um renomado astrônomo dinamarquês estudou e registrou a fundo este acontecimento e publicou um livro sobre suas extensivas observações. Honrando este trabalho, hoje conhecemos esse fenômeno como a Supernova de Tycho (SN1572).

XII J-PAS Collaboration Meeting in Rio

Já imaginaram como se constrói um observatório? Pois bem, não é um processo simples, principalmente porque muitos dos equipamentos e técnicas que serão utilizadas ainda nem foram plenamente desenvolvidas.
Os membros do J-PAS se reuniram entre 11 e 15 de Abril no Rio de Janeiro para apresentar o andamento do projeto e das pesquisas e determinar o futuro do telescópio que busca desvendar o mistério da energia escura.

Energia Escura? Que tipo de energia é essa?

O termo quintessência foi criado na Grécia antiga e era usado para descrever um misterioso 5° elemento que, além da terra, ar, água e fogo, constituíam o universo e era responsável por manter a Lua e as estrelas no seus lugares. Os cosmologistas o usam agora para descrever a energia de um elemento que causa a expansão do universo, deixando os objetos astrofísicos, como galáxias, por exemplo, uns mais longe dos outros.

Afinal, o que é essa Energia Escura?

Em 1998 e 1999 dois grandes grupos de astrônomos balançaram os fundamentos da física ao descobrirem que o universo está expandindo-se aceleradamente.
A energia escura, a maior componente do Universo, exerceria uma “pressão negativa”, que suplantaria o efeito da gravidade, acelerando Universo.